Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Redoma de Vidro

Frases do Livro A Redoma de Vidro


Frases do Livro A Redoma de Vidro


A Redoma de Vidro é um livro de romance da escritora e poetisa americana Sylvia Plath, o qual foi publicado originalmente sob o pseudônimo ‘Victoria Lucas’ em 1963. Lançamento 2014. 

A história começa à época da execução do casal Rosenberg, no início da década de 1950. Esther Greenwood, uma jovem estudante dos subúrbios de Boston, Massachusetts, está realizando um estágio de verão em uma famosa revista feminina de Nova Iorque. Contudo, Esther não se sente estimulada nem excitada pela metrópole cuja cultura e estilo de vida são idoloatradas por moças de sua idade.


Frases do livro A Redoma de Vidro para conhecer um pouco mais esse romance de Sylvia Plath


“A pior parte de tudo é que eu não podia chegar até ele e dizer o que pensava.”


“Acontece que eu não estava conduzindo nada, nem a mim mesma.”


“Ao lado dela eu me sentia esperta e cínica como o diabo.”


“As pessoas eram muito gentis comigo porque achavam que eu era muito corajosa, trabalhando daquele jeito só para esconder meu coração partido.”


“Deve haver um bocado de coisas que um banho quente não cura, mas não conheço muitas delas.”


“E eu finalmente achei que tinha encontrado algo de humano naquele coração de pedra.”


“Deve haver um bocado de coisas que um banho quente não cura, mas não conheço muitas delas.”


“Ela me via como uma espécie de experimento curioso.”


“Ele tinha um sorriso grande e largo, desses de anúncio de pasta de dente.”


“Era reconfortante saber que eu tinha caído e agora não tinha mais para onde descer.”


“Eu colecionava homens com nomes interessantes.”


“Eu devia estar me divertindo loucamente.”


“Eu estava me sentindo bem deprimida.”


“Ele tinha um sorriso grande e largo, desses de anúncio de pasta de dente.”


“Eu gostava de assistir às pessoas vivendo situações extremas.”


“Eu não sabia a diferença entre uísque e gim e nunca tinha bebido nada de que tivesse gostado de verdade.”


“Eu podia sentir o inverno chacoalhando meus ossos e fazendo meus dentes baterem.”


“Eu tenho muito interesse por tudo.”


“Existe algo de desmoralizante em assistir a duas pessoas ficarem cada vez mais loucas uma pela outra, principalmente quando você é a única pessoa sobrando no lugar.”


“Lá estava eu outra vez, construindo a fantasia glamourosa de um homem que se apaixonaria por mim no instante em que me visse.”


“Odeio dar dinheiro para as pessoas fazerem o que eu poderia estar fazendo com facilidade.”


“Me senti limpa e purificada, pronta para uma nova vida.”


“Não deixe essa cidade sórdida te derrubar.”


“Nunca me sinto tão eu mesma como numa banheira de água quente.”


“O silêncio me deprimia. Não era o silêncio do silêncio. Era o meu próprio silêncio.”


“O som da cigarra só servia para destacar o silêncio gigantesco.”


“Odeio dar dinheiro para as pessoas fazerem o que eu poderia estar fazendo com facilidade.”


“Uma ternura preencheu meu coração. Minha heroína seria eu, só que disfarçada.”


“Passei a vida dizendo a mim mesma que o que eu queria fazer era estudar, ler, escrever e trabalhar feito uma louca, e isso realmente parecia ser verdade.”


“Passei muito tempo tendo conversas imaginárias.”


“Sentamos lado a lado em duas cadeiras de balanço. Era um dia claro e sem vento, quase quente.”


“Suas pálpebras se levantaram e ele me encarou, e seus olhos estavam cheios de amor.”


“Tive vários encontros naquele ano, mas ninguém jamais me ligou depois. Eu era muito azarada.”


“Uma ternura preencheu meu coração. Minha heroína seria eu, só que disfarçada.”


“Vi os anos da minha vida se estendendo como postes telefônicos ao longo de uma estrada, ligados um ao outro através de fios.”


Gostou das Frases do Livro A Redoma de Vidro?

Confira também 

Frases do Livro A Menina que Roubava Livros