Frases dos Mamonas Assassinas


Mamonas Assassinas foi uma banda de rock cômico brasileira no período de 1995 a 1996.


As Melhores Frases e Trechos Músicas de Mamonas Assassinas


“A minha felicidade é um crediário nas casas bahia.”


“Arrombou meu coração depois desapareceu.”


“Comer tatu é bom, que pena que dá dor nas costas.”


“Depois de uma semana ela voltou pra casa, toda arregaçada, não podia nem sentar.”


“E os camelos que tem as bolas em cima das costas.”


“Ficamos um tempão querendo ser iguais aos outros. Quando resolvemos ser a gente mesmo, o negócio rolou. Unimos o útero ao agradável.”


“Imaginem só como é, o sexo dos elefantes.”


“Loucura, insensatez, estado inevitável, embalagem de iogurte inviolável.”


“Me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém.”


“Minha pistola é de plástico…”


“Nada me faz pensar Acho que não tenho cérebro!”


“Não tenho medo do futuro. Pois, o futuro não me pertence.”


“Nossa ideologia é rir pra não chorar.”


“O amor é uma faca de dois legumes. A luz anal do vaga-lume. Que ilumina o meu sofrer.”


“O impossível não existe…”


“Os maconheiros tava doidão… querendo o meu feijão.”


“Pau que nasce torto, mija fora da bacia.”


“Roda-roda vira, solta a roda e vem.”


“Sabão crá-crá, sabão crá-crá… não deixa os cabelos do saco enrolar…”


“Se de repente olhar pro lado e ver que ninguém aí está, é porque ninguém está do seu lado, por isso, nunca o enxergará.”


“Se der uma chuva de Xuxa no meu colo cai Pelé.”


“Só de pensar que nós dois éramos dois… eu feijão, você arroz, temperados com sazón.”


“Toda vez que eu lembro de você, me dá vontade de bater, te espancar… oh meu amor.”


“Você é uma besta mitológica, com cabelo pixaim parecida com a Medusa.”


Conhece mais frases e trechos de músicas de Mamonas Assassinas? Deixe seu comentário que a gente publica.