Frases do Livro Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século


Frases do Livro Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século


Ansiedade: Como Enfrentar o Mal do Século é um livro de autoajuda, escrito por Augusto Cury. Lançamento 2014. Frases do Livro Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século.

Você sofre por antecipação? Acorda cansado? Não tolera trabalhar com pessoas lentas? Tem dores de cabeça ou muscular? Esquece-se das coisas com facilidade? Se você respondeu “sim” a alguma dessas questões, é bem provável que sofra da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Considerada pelo psiquiatra Augusto Cury como o novo mal do século.


Frases do Livro Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século


“A construção de pensamentos não é unifocal, mas multifocal, não dependendo apenas da vontade consciente, ou seja, do Eu, mas de fenômenos inconscientes.”


“Alguém pode questionar: ‘Sou livre em minha mente, meus pensamentos submetem a minha vontade’. Será?”


“Algumas pessoas são encantadoras fora dos focos de tensão, porém, quando atravessam alguns tipos de estresse, ficam irreconhecíveis.”


“As estatísticas nos denunciam.”


“As falsas crenças são mais poderosas que eventuais pensamentos e emoções angustiantes.”


“Devemos virar a mesa contra tudo o que furta nossa tranquilidade.”


“Diante do espelho, fazem uma guerra apontando seus defeitos, jamais exaltando suas qualidades.”


“E a crítica, por que é vital? Porque a crítica e a autocrítica são os alicerces da sabedoria na psicologia.”


“E a higiene mental? Por exemplo, quanto tempo temos para intervir quando somos invadidos por um pensamento perturbador, uma ideia autopunitiva, um estado fóbico? No máximo,cinco segundos.”


“Exemplos de falsas crenças: sentimento de incapacidade, complexo de inferioridade, timidez, conformismo, necessidade neurótica de ser perfeito.”


“Felizmente, a emoção humana pode e deve rejuvenescer. Felizmente, podemos todos os dias relaxar e aprender a fazer muito do pouco.”


“Moram em belos endereços, mas nunca encontraram um endereço dentro de si mesmos.”


“Muitos não sabem o que é ser um simples humano que anda no traçado do tempo em busca de si mesmo.”


“Não devemos sofrer por antecipação.”


“Não há dúvida de que a depressão abarca um número assombroso de pessoas na sociedade moderna.”


“Nesse mundo competitivo e consumista, ou aprendemos a ser seres humanos ou seremos máquinas de trabalhar.”


“Ninguém é inatingível.”


“Nós construímos pensamentos a partir do corpo de informações arquivado em nossa memória.”


“Nunca foi tão difícil educar uma geração.”


“Nunca se esqueça de que o corpo se aposenta, mas a mente jamais o faz.”


“Nunca seremos plenamente donos do nosso próprio destino.”


“O sistema social cometeu um dos mais dramáticos assassinatos coletivos: o assassinato da infância.”


“Para eles, a vida é um show, mesmo quando atravessam crises.”


“Pare, observe-se, enxergue-se!”


“Pensar é uma grande aventura.”


“Pensar excessivamente bloqueia a inventividade e a imaginação.”


“Por que a dúvida é fundamental? Porque ela é o princípio da sabedoria na filosofia.”


“Qual é o mal do século? A depressão?”


“Quem não é fiel à sua qualidade de vida tem uma dívida impagável consigo mesmo.”


“Sabem claramente que são mortais, mas vivem como se fossem eternos, como se fossem viver milhares de anos.”


“Se muitos jovens estão emocionalmente envelhecidos, imagine os adultos mentalmente acelerados.”


“Se nos mapearmos com profundidade, enxergaremos alguma imaturidade.”


“Sem perceber, a sociedade moderna – consumista, rápida e estressante – alterou algo que deveria ser inviolável, o ritmo de construção de pensamentos.”


“Ser livre para pensar é muito diferente de ser escravo dos pensamentos.”


“Ser livre para pensar, mas não escravo dos pensamentos.”


“Sinceramente, não conheço uma pessoa que seja plenamente madura.”


“Somos livres para pensar? Pensamos o que queremos e quando queremos?”


“Sua emoção flutua entre o céu e o inferno: num momento estão felizes; noutro, mal-humorados.”


“Toda vez que hiperaceleramos os pensamentos, a emoção perde em qualidade, estabilidade e profundidade.”


“Todas as ideias, a criatividade e a imaginação nascem do casamento entre um estímulo e a leitura da memória, que opera em milésimos de segundo.”


“Todos nós precisamos revisar nossa história.”


“Todos temos nossa responsabilidade no assassinato da infância.”


“Traímos nosso sono, nossos finais de semana, nossas férias, nosso relaxamento.”


“Tudo em que cremos nos controla; se o que cremos é doentio, poderá nos deixar enfermos a vida toda.”


“Usando a metáfora do teatro, o nosso Eu, que representa a nossa capacidade de escolha.”


“Vários se encontram num asilo emocional.”


“Vivem condicionados ao padrão tirânico de beleza imposto pela mídia. Não sabem que a beleza está nos olhos de quem vê.”


“Vivemos na idade da pedra em relação aos papéis do Eu como administrador da psique.”


“Você deve escolher se ficará na plateia, assistindo passivamente aos pensamentos produzidos pelos fenômenos inconscientes, as janelas da memória e, em especial, o autofluxo, ou se assumirá o papel de diretor do script da sua história.”