Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Queda

Frases do Livro A Queda


A Queda é um livro de romance filosófico escrito por Albert Camus. Lançamento 2006. Frases do Livro A Queda


Frases do Livro A Queda


“A aparência de sucesso, quando se apresenta de certa maneira, é capaz de irritar um santo.”


“A única defesa está na maldade. As pessoas apressam-se, então, a julgar, para elas próprias não serem julgadas.”


“A verdade, como a luz, cega. A mentira, ao contrário, é um belo crepúsculo.”


“Achavam que eu tinha um certo charme, imagine! Sabe o que é isto: uma maneira de ouvir sim como resposta, sem ter feito uma pergunta clara.”


“Apenas desejamos ser lastimados e encorajados em nosso caminho.”


“As religiões enganam-se, a partir do momento em que pregam a moral e fulminam os mandamentos.”


“Cada excesso diminui a vitalidade e, portanto, o sofrimento.”


“É assim o homem, caro senhor, com duas faces: não consegue amar sem se amar.”


“É preciso que algo aconteça, mesmo a servidão sem amor, mesmo a guerra ou a morte.”


“Eis por que a mulher é a recompensa, não do guerreiro, mas do criminoso. É seu porto, sua enseada, é no leito da mulher que ele é geralmente preso.”


“Eu amo a vida, eis a minha verdadeira fraqueza. Amo-a tanto que não tenho nenhuma imaginação para o que não for vida.”


“Eu, eu me dobro, porque continuo a me amar.”


Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Queda



“Há sempre razões para matar um homem. Inversamente, é impossível justificar que viva. É por isso que o crime encontra sempre advogados, e a inocência, apenas às vezes.”


“Hoje em dia, estamos sempre prontos para o julgamento, assim como para a fornicação.”


“Já que tinha necessidade de amar e de ser amado, julguei-me apaixonado. Em outras palavras, fiz papel de bobo.”


“Não é necessário existir Deus para criar a culpabilidade, nem para castigar. Para isso, bastam nossos semelhantes, ajudados por nós mesmos.”


“Não é verdade, afinal, que eu nunca tenha amado. Tive na minha vida pelo menos um grande amor, de que fui sempre eu o objeto.”


“Não nos perdoam nossa felicidade, nem nosso sucesso.”


“Não podemos afirmar a inocência de ninguém, ao passo que podemos afirmar com segurança a culpabilidade de todos. Cada homem é testemunha do crime de todos os outros.”


“O ciúme físico é um produto da imaginação e, ao mesmo tempo, um julgamento que se faz de si mesmo.”


“O estilo, como a popeline, dissimula muitas vezes o eczema.”


“O gosto pela verdade a qualquer preço é uma paixão que nada poupa e a que nada resiste.”


“O homem que verdadeiramente sofre de ciúmes não tem outra pressa senão a de deitar-se com aquela que, no entanto, julga que o traiu.”


Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Queda



“O problema não é o de permanecer lógico. O problema é contornar, e sobretudo, oh, sim, sobretudo o problema é evitar o julgamento.”


“Para deixar de ser duvidoso é preciso, pura e simplesmente, deixar de ser.”


“Para ser feliz, é preciso não se envolver demais com os outros. A partir daí, as portas se fecham.”


“Quando deixava um cego sobre a calçada onde eu o tinha ajudado a aterrissar, saudava-o. Evidentemente, esse cumprimento não lhe era destinado, ele não o podia ver. A quem, pois, se dirigia? Ao público.”


“Quando o corpo está triste, o coração perde as forças.”


“Quando pensamos muito sobre o homem, por trabalho ou vocação, às vezes sentimos nostalgia dos primatas.”