Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch

Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch



Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch


A Morte de Ivan Ilitch é um livro de ficção e filosofia escrito por Liev Tolstói. Lançamento 2009. Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch


Esta obra mostra a história de um burocrata medíocre, Ivan Ilitch, um juiz respeitado que depois de conseguir uma oferta para ser juiz em uma outra cidade, compra um apartamento lá, para ele, sua mulher, sua filha e seu filho morarem. Ao ir para o apartamento, antes de todos, para decorá-lo, ele cai e se machuca na região do rim, dando início à uma doença… skoob


Lindas Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch


“A história de vida de Ivan Ilitch foi das mais simples, das mais comuns e portanto das mais terríveis.”


“A solução para o enigma da vida e da morte era algo impossível de encontrar.”


“A vida, uma série de sofrimentos cada vez maiores, acelera rapidamente para o final e este final é o sofrimento mais terrível.”


“Aquela dor contínua, aquele terror contínuo, fazia com que nada parecesse mais fácil ou mais difícil. Tudo sempre ficava pior.”


“Aquilo que mais o atormentava era a mentira, aquela mentira que por qualquer razão era aceite por todos, segundo a qual ele estava apenas doente e não estava a morrer…”


“Chegou a confessar que o que quer que acontecesse de desagradável em sua vida, a alegria que brilhava, como uma chama mais forte do que tudo.”


“Chorou como uma criança. Chorou por causa do seu enorme enfraquecimento, e terrível abandono em que a família o deixava e pela crueldade e ausência de Deus.”


“Como vivia antes? Bem e agradavelmente?”


“Considerava-se horrivelmente infeliz por essa mesma razão de que nem mesmo a morte dele a poderia salvar, irritava-se e ocultava a sua irritação, e essa oculta irritação dela aumentava a irritação dele.”


“Depois de tantas dificuldades, estava a ponto de recuperar sua natural característica de ordem e alegria.”


“E a vida continuava.”


“E se na verdade toda minha vida tiver sido errada?”


“Há um ponto de luz lá longe, no início da vida.”


Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch



“Havia ainda ali alguma coisa verdadeiramente boa – alegria, amizade, esperanças.”


“Houve outros bons momentos: a lembrança do amor por uma mulher.”


“Já no final do curso esses bons momentos também já estavam tornando-se mais raros.”


“Mas o que é a coisa certa?”


“Não adianta resistir.”


“Não pode ser que a vida seja tão detestável e sem sentido.”


“Nem quando garoto nem quando adulto foi pessoa de pedir favores, embora fosse característica sua sentir-se sempre atraído por pessoas que estivessem em posições mais altas que a sua.”


“O próprio fato da morte de um amigo despertou, como sempre, em todos os que souberam da noticia, um sentimento de alegria: Não fui eu; foi ele que morreu.”


“O que eu quero? Parar de sofrer. Viver.”


“O que mais atormentava Ivan Ilitch era que ninguém tivesse pena dele como ele queria que tivessem…”


Página Inicial » Frases de Livros » Frases do Livro A Morte de Ivan Ilitch



“Para que falar? Resta-me agir.”


“Quanto mais longe ia, pior ele as achava.”


“Quanto mais se afastava da infância e se aproximava do presente, mais insignificantes, mais duvidosas eram as alegrias.”


“Todo o tempo minha vida deslizava sob meus pés.”


“Tudo aquilo para o que você viveu e continua vivendo é mentira e decepção disfarçadas de vida e morte.”


“Tudo continuava do mesmo jeito, sem problemas, e era tudo muito agradável.”


“Viver – eu quero viver!”