Página Inicial » Frases de Filmes » Frases do Filme Sem Fôlego

Frases do Filme Sem Fôlego



Frases do Filme Sem Fôlego


Sem Fôlego é um filme de drama, com direção de Todd Haynes. Lançamento 2017. Frases do Filme Sem Fôlego


Sinopse: Gunlint, Minnesota, 1977. Ao atender um telefonema, o garoto Ben (Oakes Fegley) é atingido pelo reflexo de um raio, que caiu bem em sua casa. Esta situação faz com que seja levado a um hospital em Nova York, onde descobre que não consegue mais ouvir um som sequer. Em 1927, a jovem surda Rose (Millicent Simonds) foge de sua casa em Nova York para encontrar sua mãe, a consagrada atriz Lillian Mayhew (Julianne Moore). A vida destes dois garotos que não conseguem mais ouvir está interligada a partir de um livro de curiosidades, que os leva ao Museu de História Natural… Space Trailers


Lindas Frases do Filme Sem Fôlego


“Às vezes. Quase sempre é… silêncio.”


“De certa forma, qualquer pessoa coleciona coisas.”


“Ela fica um pouco nervosa quando acorda de manhã.”


“Espero que possa me ajudar.”


“Estamos todos na miséria, mas alguns de nós estão olhando para as estrelas.”


“Eu ainda o visito sempre que posso.”


“Eu esperarei por você.”


“Eu estou te ajudando agora.”


“Eu não confio nisso.”


“Eu não gosto do gelo.”


“Eu precisava de um lugar.”


“Eu preciso que você tenha paciência.”


Página Inicial » Frases de Filmes » Frases do Filme Sem Fôlego



“Eu queria aprender coisas.”


“Eu queria te mostrar coisas.”


“Eventualmente, algumas coleções cresceram além dos limites.”


“Meu… Amigo.”


“Não entendo como você chegou aqui sozinho.”


“Não existe ninguém como ele.”


“Não tenho outros amigos.”


“Ninguém sabe onde eu estou.”


“Nós vamos sentir saudades dele.”


“Nunca é o momento certo.”


“O pessoal é muito útil.”


Página Inicial » Frases de Filmes » Frases do Filme Sem Fôlego



“O trabalho de um curador é importante, pois é o curador quem decide o que pertence ao museu.”


“Onde é o meu lugar?”


“Só me deixe ficar um pouco mais.”


“Todos os meteoritos começam suas jornadas para a Terra como estrelas cadentes, cruzando o céu noturno.”


“Venha comigo.”


“Você não confia em mim?”


“Você realmente vive num museu.”