Página Inicial » Frases de Filmes » Frases do Filme A Menina que Roubava Livros

Frases do Filme A Menina que Roubava Livros


Frases do Filme A Menina que Roubava Livros


Frases do filme A Menina que Roubava Livros: As melhores e mais incríveis frases de A Menina que Roubava Livros. Mensagens, citações, trechos marcantes e frases reflexivas! Frases do Hans Hubermann, Rosa Hubermann, Liesel Meminger, Max Vandenburg, Rudy Steiner e demais personagens do filme


Frases do filme A Menina que Roubava Livros para conhecer melhor esse drama de guerra


“A menina não o produzia com frequência, mas quando ele surgia, seu sorriso era faminto.”


“A pergunta é: e quando o outro é muito mais do que um?”


“A única coisa pior do que um menino que detesta a gente. Um menino que ama a gente.”


“A única verdade que realmente sei é que os seres humanos me assombram.”


“Algumas pessoas passam por sua vida, outros a acompanham até que não lhes seja mais possível, outros estão mais perto do que parecem.”


“Amava e odiava seu melhor amigo. O que era perfeitamente normal.”


“A menina não o produzia com frequência, mas quando ele surgia, seu sorriso era faminto.”


Frases do Hans Hubermann em A Menina que Roubava Livros:


“Apesar dos esforços, ninguém vive para sempre.”


“Às vezes, quando a vida te rouba, você precisa roubar de volta.”


“Com toda aquela leitura, você não me deixou em paz.”


“Com um sorriso desses, você não precisa de olhos.”


“Como a maioria dos sofrimentos, esse começou com uma aparente felicidade.”


“A única verdade que realmente sei é que os seres humanos me assombram.”


Frases da Rosa Hubermann em A Menina que Roubava Livros:


Páginas: 1 2